sexta-feira, 9 de dezembro de 2022 - 09/12/2022 20:25:23
Nice Content News

Afinal, qual a diferença entre eletroduto e condulete? Antes de mais nada, os eletrodutos, também chamados de conduítes, são os elementos que protegem os condutores elétricos de influências externas. Por exemplo, choques mecânicos e agentes químicos. 

Sendo assim, podemos perceber que os conduítes possuem grande importância para todas as instalações elétricas.

Então, continue a leitura para saber mais sobre a diferença entre eletrodutos e conduletes.

O que este artigo aborda:

Quais são os principais tipos de eletrodutos no mercado?

Em suma, existem vários tipos de eletrodutos disponíveis no mercado. Por isso, é essencial saber escolher o que melhor se adequa às suas necessidades.

Dessa maneira, confira abaixo quais são os principais tipos de eletrodutos:

Qual a diferença entre eletroduto e Condulete?
Pin It

Foto: Pexels

  • Metálicos e magnéticos;
  • Isolantes e não magnéticos;
  • Rígido;
  • Flexível;
  • Plano (flexível);
  • Corrugado (flexível);
  • Corrugado flexível reforçado;
  • Curvável.

Afinal, para que servem os eletrodutos?

Primeiramente, você deve entender o que é eletroduto e para que ele serve. Assim, também chamados por conduítes, os eletrodutos nada mais são que os dutos que protegem cabos e também condutores de energia elétrica. Tanto aqueles instalados em camadas subterrâneas ou em instalações aparentes.

Qual é a função dos eletrodutos para uma instalação elétrica?

Como já mencionamos, os eletrodutos são tubos que levam a fiação de uma instalação elétrica com o objetivo de proteger os condutores contra corrosões e ações mecânicas. Ou seja, eles evitam curtos-circuitos, superaquecimento, choques elétricos e também funcionam como condutores de proteção.

Então, o que é um Condulete?

Por sua vez, o condulete é uma caixa que possui como finalidade proteger os cabos elétricos e também dar acesso à algumas partes dos cabos que estão dentro de eletrodutos nas instalações elétricas. 

Sendo assim, os conduletes mais utilizados para a instalação são de sobrepor e de alumínio. Além disso, são divididos em dois tipos, o fixo e ainda o múltiplo.

Qual a melhor opção de eletroduto para rede?

No geral, o eletroduto flexível corrugado e plano são boas opções. Isso porque esse tipo de eletroduto pode ser considerado o mais popular e usado na maior parte das instalações.

Geralmente, eles são feitos em PVC. Além disso, são recomendados para ser usados em paredes, pois devido à sua flexibilidade dá para ser curvado, acompanhando com facilidade a estrutura da sua construção.

E quais são os tipos principais de eletrodutos rígidos?

Outro ponto importante é que eletrodutos rígidos podem ser fabricados em tubo de aço galvanizado, com material metálico, ou em PVC, com material isolante. Assim, eles podem ser do tipo roscável, que permitem que você rosqueie um eletroduto ao outro, sendo o mais recomendado para fazer a conexão entre eles.

Ou então, podem ser eletrodutos do tipo soldável.

Fique por dentro do eletroduto

Em suma,  em todos os eletrodutos e conduítes devem ser inseridos somente condutores isolados, cabos multipolares ou unipolares. Além disso, apenas em casos de aterramento devem ser utilizados condutores nus, e ainda assim somente com eletroduto isolante específico.

Por isso, é essencial tomar cuidado para não ultrapassar a quantidade de cabos e fios dentro de um eletroduto. Uma vez que isso pode comprometer a segurança e o bom funcionamento das redes elétricas.

Benefícios do uso de condulete

Além disso, a boa notícia é que os conduítes normalmente são produtos que respeitam o meio ambiente. Isso porque os eletrodutos que estão de acordo com a ABNT, são feitos com materiais totalmente recicláveis, cuja durabilidade costuma ser de mais de 50 anos.

Outro benefício é que os custos com eletrodutos representam menos de 10% do valor da sua obra. Portanto, isso é mais um indício de que, ao escolher os eletrodutos, vale a pena comprar produtos de qualidade, ainda que existam outros “mais baratos” no mercado.

Qual eletroduto você deve escolher?

Por fim, para saber qual eletroduto se deve utilizar, o melhor caminho é pesquisar as aplicações das normas técnicas da ABNT e optar por produtos de qualidade. Afinal, produtos de qualidade cumprem todas as especificações técnicas necessárias para garantir a segurança da sua obra.

Sendo assim, mais especificamente, confira com atenção a norma ABNT NBR 5410:2004. Isso porque ela deve ser seguida de acordo com a sua resistência mecânica e também classificação para propagação de chamas.

Mais um ponto que chama a atenção e precisa ser levado em consideração no momento da compra, é a procedência desses conduítes. Então, você deve verificar a qualidade do produto no momento da compra. No entanto, isso não costuma ser tarefa simples para quem não está acostumado com as características de cada conduítes. 

Nesse caso, esteja sempre atento às marcas de qualidade e fabricantes que fazem parte do Programa Setorial da Qualidade (PSQ).

Outra dica também é desconfiar dos produtos com preços muito abaixo da média do mercado. Isso porque, para conseguir vender tão barato, é muito provável que o material não esteja de acordo com todos os padrões técnicos de segurança.

Por fim, se você quer saber mais sobre qual a diferença entre eletroduto e Condulete, veja o vídeo do canal Mundo da Elétrica.

Então, o que achou de qual a diferença entre eletroduto e condulete? Ficou com alguma dúvida não respondida? Deixe nos comentários.

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Equipe Nice

A equipe do Nice Content News conta com diversos profissionais competentes e altamente qualificados para trazer o melhor conteúdo para você.

1

Pode ser do seu interesse